domingo, fevereiro 27, 2005

Panda

Foi na madrugada de vinte e seis para vinte e sete de Fevereiro de dois mil e cinco que os Lost Fingers Vs. Cão Afiado, após um interregno de seis meses, voltaram a estúdio.
Perdido no meio da serra, a banda alcançou um nível de isolamento altamente potenciador da criatividade. A própria dinâmica do espaço potenciava a criatividade, ao mesmo tempo que as condições do estúdio eram totalmente diferentes.

Da inúmeras músicas gravadas, salientam-se quatro, "Darth Vader", "James Bond", "A Mão Que Sobreviveu" e uma arabesca ainda sem título. Estes meses de pausa serviram para que todos os membros da banda fossem permeáveis a todo o tipo de influências de modo a que o seu trabalho, após os seis meses de pausa, fosse mais criativo e original. O método de trabalho da banda permaneceu o mesmo, mas nota-se em cada membro um maior virtuosismo, uma melhor adaptação ao instrumento, fazendo com que a sonoridade fosse de ímpar qualidade. Uma outra novidade neste álbum é também a existência de faixas, não só vocalizadas, mas também cantadas.

Ainda sem data marcada para o lançamento, o terceiro álbum chamar-se-á "Panda", encontrando-se actualmente em fase de pós-produção.

Aos Lost Fingers, o meu maior obrigado.

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

Piscina em Troia